19 Maneiras de Começar do Zero na Internet

Tempo de leitura: 38 minutos

Há dois tipos de empreendedores que desejam construir um negócio online. O primeiro tipo são aqueles cujo foco é ganhar dinheiro de algum modo; eles precisam da grana, pois estão endividados ou não possuem verba para comprar o que desejam. O segundo tipo são aqueles que possuem um ideal e desejam lançar seu sonho para o mundo, gerando dinheiro como consequência.

Ganhar Dinheiro ou Lançar Sonhos?

COMO COMEÇAR NA INTERNET DO ZERO PARA GANHAR DINHEIRO

A primeira coisa que você deve fazer é decidir qual modelo de negócios você quer para empreender online. Será que você deseja ser afiliado? Será que prefere importar produtos da china? Será que seu foco é ser blogueiro e vender espaço publicitário? Será que seu negócio é ser coach?

Você, e somente você, deve decidir isso em primeiro lugar. Ninguém decidirá por você. Você deve escolher e focar em apenas um dos modelos de negócios (de preferência), pois a falta de foco é um inimigo atroz na carreira de um empreendedor.

Não tente abarcar o mundo, o tempo é curto para se dedicar a muitas coisas simultaneamente.

OS 6 GRANDES SETORES PARA EMPREENDER ONLINE

O dinheiro não surge do nada. Ele tramita de mão em mão. Você somente obtém dinheiro honesto, se alguém lhe der (lhe pagar). E as pessoas somente lhe darão dinheiro em troca de algum benefício. Isso é lei de mercado. Basicamente, você deve aprender a entregar esse benefício por meio de alguma atividade empreendedora.

 

Os 6 Setores dos Empreendimentos Online

Para facilitar sua decisão em escolher o modelo de empreendimento online que se encaixa com você, tente se imaginar desenvolvendo um destes seis setores de benefícios:

  1. Serviços. Você realizaria tarefas para as outras pessoas? Possui alguma habilidade que possa ser vendida para elas (desenho, escrita, gráficos, tradução, programação, dublagem, etc)?
  2. Produtos Físicos. Você se vê trabalhando para que objetos físicos (mercadorias) sejam enviados de um ponto a outro para serem entregues a outras pessoas? Toparia ter uma loja virtual ou importar da China, por exemplo?
  3. Produtos Digitais (Infoprodutos). Você se vê sentado em frente a um computador, promovendo cursos em vídeos, ebooks e aplicativos para outros usuários de computador? Está disposto a aprender Marketing Digital? Mexer com anúncios na Web?
  4. Franquias Digitais. Você possui dinheiro para investir em uma negócio que já tem sucesso garantido no mercado e com marca estabelecida? Está disposto a esperar o tempo necessário pelo retorno do investimento?
  5. Espaço Publicitário. Você se vê como um blogueiro ou vlogueiro, produzindo artigos e vídeos para atrair tráfego para anúncios em seu blog ou vlog? Está disposto a aprender Marketing Digital?
  6. Investimentos. Você se vê investindo dinheiro em negócios de risco calculado? Está disposto a aprender técnicas de investimento? Tem paciência para analisar os dados gerados?

AGORA PENSE! Em qual desses setores você melhor se encaixa? Decida isso e começará a vislumbrar seu futuro como empreendedor digital na Internet.

Nosso escolha? Infoprodutos, claro!

Mentor em destaque: Alex Vargas (infoprodutos).

SETOR 1: EMPREENDER ONLINE COM SERVIÇOS

Prestar serviço é dispor de seu tempo para produzir e entregar algo (palpável ou não) que as pessoas não conseguem obter por si mesmas.

Como começar do zero na Internet

1. SEJA FREELANCER

O freelancer é a pessoa que presta serviços online do tipo escrever artigos, editar vídeos e imagens, criar diagramas e layouts, dar aulas online, etc. Qualquer habilidade é bem-vinda.

Você se cadastra em sites de freelancers, como o Workana, elenca suas habilidades e aguarda a oferta de serviços.

A desvantagem é que você troca seu tempo por dinheiro. Não é possível escalar ou deixar o negócio no automático.

Estes são alguns links de sites para freelancers: Freelancer, NearJob, WorkanaProlancer, GetNinjasComunicaGeral, FreelancerPTTrampos.co, 99Freelas, Vagas3D, UpWork, OpenJobs, Vagas99Designs, BuscaFreela, WeDoLogos, 100Trabalho, FreelanceWebdesigner, CraigsList, ItJobsCrowdSpring, Coroflot, JoomLancers, AuthenticJobsOzLance, Project4Hire, Guru, iFreelance, GetACoder.

tagBusca Procura Pesquisa

Coach e Coachee no topo da montanha2. SEJA CONSULTOR OU COACHING

O consultor aconselha, o profissional de coaching apoia. O consultor emite pareceres em assuntos técnicos de sua especialidade. O profissional de coaching ajuda seu cliente a se ajudar. São serviços completamente diferentes, mas que pagam igualmente bem, já que são exercidos por pessoas altamente capacitadas.

Se você é especialista em determinado assunto, você pode oferecer seus serviços de consultoria, sua experiência prática, para aconselhar profissionais do mesmo ramo de especialidade na tomada de decisões, na diminuição dos riscos, aumento dos lucros e aceleração do crescimento.

Mentor indicado: Natanael de Oliveira. Ele forma consultores digitais.

Se você se capacitou como profissional de coaching, você recebe de seus clientes para ajudá-los a despertar seus potenciais internos e recursos externos para melhorar seus desempenhos, seja na vida pessoal, seja na vida profissional.

Mentores de coaching indicados (coaches de coaches): Bruno Juliani, Caroline Calaça, Diego Mangabeira, Fred Graef, Geronimo Theml, Maurício Sampaio, Paula Abreu, Paulo Vieira, Ricardo Piovan, Rodrigo Cardoso.

tagBusca Procura Pesquisa

3. SEJA COPYWRITER

Qual o formato do assunto do e-mail persuade você a abri-lo? Qual a estrutura do texto do e-mail persuade você a lê-lo até o fim? O que persuade você a clicar no link do e-mail? O que persuade você a deixar seu endereço de e-mail em uma página de captura? Quais os componentes de uma página de vendas (textos, imagens e vídeos) persuadem você a comprar o produto?

Copywriting é isso: persuasão!

Descobriu-se historicamente que as decisões tomadas pelas pessoas (especialmente a decisão de compra) são emocionais, não racionais. O copywriter insere elementos de persuasão em textos, imagens e vídeos, que acionam esses gatilhos emocionais nas pessoas, mantendo-as aderidas ao processo de marketing e acelerando sua decisão de comprar.

O copywriter é um profissional especialíssimo dentro do Marketing Digital e do marketing em geral. Ele é também um dos mais bem pagos, já que seu trabalho abrange todo o processo de marketing e multiplica os ganhos de seus clientes de forma explosiva.

Mentores de copywriting indicados: Jordão Felix, Junior Resende, Rafael Cruz, Natanael Oliveira, Ramon Tessmann, Bruno Picinini, André Cia, Michael Oliveira, Moisés Santos.

SETOR 2: EMPREENDER ONLINE COM PRODUTOS FÍSICOS

Há diversas formas de você utilizar a Internet para atrair compradores para produtos físicos, seja você o fornecedor ou apenas um intermediário. Confira a seguir.

Trabalhe na Internet com Produtos Físicos

4. TRABALHE COM PROGRAMAS DE AFILIADOS DE PRODUTOS FÍSICOS

Este blog trata de programas de afiliados há vários anos. Clique aqui para ler alguns artigos sobre o tema.

Nos programas de afiliados, você se cadastra em plataformas de afiliação e torna-se um editor ou publisher; em seguida, escolhe uma campanha e começa a divulgar os links de afiliado. Você ganha por conversão (visualização, clique, captura, cadastro, compra).

Seu trabalho é divulgar, atrair tráfego (um blog de nicho é o caminho mais usual).

Exemplos de programas de afiliados de produtos físicos: Afilio, Awin (fusão da Zanox e AffiliateWindow), Lomadee, HotWords, Dafiti, Decolar, Imagem Folheados, Riqueza Magazine, etc.

Programas de afiliados do tipo Submarino, Americanas, Ricardo Eletro, são divulgadas pela Afilio, Lomadee e outras redes.

tagBusca Procura Pesquisa

Filipe Barcelos
Filipe Barcellos, especialista em dropshipping

5. FAÇA DROPSHIPPING

É mais conhecido como “importar da China“. No Dropshipping, você compra (de fornecedores confiáveis de outros países) produtos a preço de banana e os revende mais caros pela Internet.

Não é necessário grande experiência com importados. O Dropshipping libera você de vários embaraços, como aluguel do ponto, gastos com funcionários, contas de água e luz, etc. Negócio aberto 24 horas por dia.

Parte do processo pode ser automatizado, permitindo o escalonamento das vendas. Basicamente, você recebe um pedido em seu email e envia o produto pelos Correios. Sua tarefa é criar bons anúncios.

Mentores indicados: Filipe Barcellos, Anderson Ferro, Caio Ferreira.

tagBusca Procura Pesquisa

6. MONTE UM E-COMMERCE

É a Loja Virtual ou o Comércio Eletrônico. As pessoas encontram sua loja virtual, compram os produtos e você os envia para elas.

CoachingÉ preciso escolher bem a plataforma tecnológica de comércio eletrônico para ter boa exposição dos produtos, garantir a segurança e processar os pedidos. Você precisará aplicar técnicas de Marketing Digital para atrair um bom público.

O e-commerce não é exclusividade das grandes empresas. Você pode fugir da briga dos grandes, dedicando-se a nichos específicos.

Mentores indicadosMarcelo Óstia, Bruno Oliveira, Bruno Marinho, Fabio Ricotta, Fernando Nogueira.

tagBusca Procura Pesquisa

7. SEJA DISTRIBUIDOR DE MARKETING MULTINÍVEL DE PRODUTOS FÍSICOS

Apesar de toda polêmica, há empresas de MMN que seguem sua missão normalmente: Herbalife, Amway, Mary Kay, Forever Living, Perfam, Hinode, 4Life, Jeunesse (antiga Monavie), Polishop, Ares, Viver Company, Five Diamonds, Up EssênciaTrouvaille Cosméticos, Akmos, Belcorp, Bortoletto, Jafra, OmniLife, Imagem FolheadosRiqueza Magazine.*

O objetivo deste blog é ensinar a ganhar dinheiro online, não na rua. Só aconselho esta opção de empreendedorismo, se você tiver alguma estratégia online para automatizar o recrutamento e deixar a própria natureza da rede multinível selecionar as pessoas realmente interessadas.

A retração (abandono pelos distribuidores) em redes multiníveis costuma ser lugar-comum, já que muitas pessoas não duplicam, não vendem e não ficam na rede. É um trabalho para pessoas fortes, persistentes e com algum carisma e extroversão.

Mentores indicados: Charles Rezende, Bruno Marinho, Dani Edson.

* Convém deixar claro aqui que, com exceção da Imagem Folheados e da Riqueza Magazine, não somos afiliados destas empresas e não as estamos indicando como distribuidor, mas sim pelo fato de estarem se mantendo no mercado há muitos anos, um indicador de solidez.

tagBusca Procura Pesquisa

Menina de vermelho sorrindo com livros coloridos8. EDITORA POR DEMANDA

Você monta sua editora por demanda. Os autores autopublicam gratuitamente seus livros em formato PDF ou EPub, seguindo o script do próprio site da editora. Os livros são vendidos e baixados em formato de ebook no site da editora ou nas livrarias parceiras, como Apple, Google Play, Barnes, Amazon, Kobo, Wook, Cultura ou Árvore de Livros.

Se alguém comprar o livro físico, ele é impresso conforme a demanda e sem tiragem mínima, por isso o nome “editora por demanda”. Cada livro vendido, seja físico ou ebook, gera renda para o autor, para as parceiras e para você, o editor.

Trata-se de uma empresa. Você deve cumprir as exigências legais e tributárias.

Gerar renda com o conteúdo alheio é um grande negócio nesta Era da Informação; vantajoso para todas as partes. Caso decida montar sua editora por demanda, certifique-se de que pode fazer frente às outras do mercado, tais quais a Clube de Autores.

tagBusca Procura Pesquisa

SETOR 3: EMPREENDER ONLINE COM INFOPRODUTOS

Infoprodutos são especiais. Eles são 100% livres das amarras físicas. Não carecem de estoque, transporte, ponto de venda, gastos com aluguel, contas de luz e água, nem funcionários. São infinitamente replicáveis e escaláveis (se você vende um, então vende um milhão). Podem ser distribuídos de forma abrangente e automatizada. Eles alavancam os esforços do empreendedor e liberam tempo para ele.

Como começar do zero na Internet com Infoprodutos

9. SEJA INFOPRODUTOR

Infoprodutos são produtos da informação e existem somente no mundo digital. São ebooks, cursos em vídeos, sites de membros por assinatura, relatórios, planilhas, palestras e congressos online, softwares, certificações e aplicativos. São baratos de se fazer, não precisam de matéria-prima, nem de capital inicial, estoque ou transporte. Podem ser duplicados infinitamente a custo zero e vendidos em escala mundial pela Internet.

As vendas de um infoproduto podem ser automatizadas e os lucros são extraordinários. Eles integram o cerne da Nova Onda Digital: baixo investimento, baixo risco, baixa concorrência, alto retorno, renda passiva e abrangência.

Você escolhe um nicho de mercado, identifica um problema e entrega uma solução em infoproduto. O lucro é certo, já que é simples identificar um nicho lucrativo atualmente. Ter um infoproduto próprio gera lista, relacionamento, capital social e depoimentos (prova social).

Você possui algum conhecimento? Venda-o! Não possui? Adquira-o ou faça uma parceria. Ter infoproduto próprio traz lucro e credibilidade a você.

INFOPRODUTOS PERPÉTUOS E SAZONAIS

PERPÉTUOS e EVERGREEN. São os infoprodutos que estão à venda durante o ano todo. Há os mais comuns, vendidos a varejo, e há aqueles vendidos pelo sistema de assinaturas (CMD, por exemplo), onde o usuário paga uma mensalidade para ter acesso a vários cursos em lote, inclusive às novidades que forem sendo acrescentadas. O modelo de infoprodutos por assinatura funciona como uma Netflix.

Pegadas na areia

QUAL A DIFERENÇA ENTRE PRODUTO PERPÉTUO E PRODUTO EVERGREEN?

Perpétuo pode ser entendido como o produto com “lançamento perpétuo”, isto é, ele é vendido conforme o modelo de vendas por lançamento, mas com a diferença de que o lançamento está sempre ocorrendo (não apenas uma ou duas vezes por ano, como se dá com o lançamento sazonal propriamente dito). Cada pessoa que tem contato com a página de vendas é levada a passar pelo processo de lançamento (com vários vídeos, emails e tudo o mais). Evergreen é simplesmente o infoproduto que está sempre à venda, com o carrinho sempre aberto.

INFOPRODUTOS SAZONAIS

SAZONAIS. São os infoprodutos que são colocados à venda em alguns períodos do ano, geralmente uma ou duas vezes. Os Congressos Onlines, conhecidos como CONA’S, são infoprodutos sazonais onde vários especialistas apresentam gratuitamente seus conhecimentos em palestras online durante o período do congresso. Em seguida, as palestras são encapsuladas e vendidas como um infoproduto ao final do congresso.

Mentores de CONA’s: Alan Pakes.

Existem, por fim, os infoprodutos sazonais de lançamento, que são oferecidos ao público seguindo uma fórmula de lançamento consagrada (parecida com a estratégia de lançamentos da Apple) que estica por alguns dias o processo de apresentação do infoproduto ao mercado, causando frenesi emocional e ansiedade de compra nos expectadores do evento de lançamento. A própria FL, por exemplo.

Mentores de infoprodução indicados: Victor Palandi, Gustavo Freitas, Junior Resende, Luiz Mazini, Matheus Beirão, Ricardo Piovan, Victor Damásio, Bruno Picinini, Bruno Marinho.

Mentores de lançamentos indicados: Erico Rocha.

10. SEJA UM ESCRITOR DIGITAL

Cursos online com mouse e ebooks livrosHoje em dia, escrever e publicar um livro já não é mais um bicho de sete cabeças. Qualquer pessoa pode enviar um arquivo Word com seu texto para uma editora por demanda e ter seu livro publicado rapidamente.

Que tal, porém, ter seu livro digital publicado e promovido pela Amazon, a maior livraria do mundo? Seu livro se tornará um ativo gerador de renda passiva através do recebimento de royalties e você ainda será uma autoridade em seu nicho.

E acredite, gerar conteúdo de qualidade para a confecção de um livro e atrair pessoas para comprá-lo é mais simples do que parece.

A publicação do livro físico é uma consequência natural.

Mentor de livro digital indicado: Rogerio Job.

tagBusca Procura Pesquisa

11. SEJA AFILIADO DE INFOPRODUTOS

Ser afiliado é ainda mais simples do que ser infoprodutor, já que dispensa você de ter que investir tempo na criação do infoproduto e na prestação de suporte. Seu trabalho é apenas divulgar seu link de afiliado.

dani edson webmarketer
Dani Edson, especialista em afiliados autoridade

Revender infoprodutos é uma atividade altamente rentável devido às altas porcentagens das comissões, que geralmente são acima de 50%. O preço de um infoproduto pode variar entre R$ 150 e R$ 4.000 e você pode ganhar entre R$ 75 e R$ 1.000 por cada revenda feita.

Você se cadastra gratuitamente em sites de infoprodutos, escolhe os que lhe interessa, recebe o link de afiliado e promove. Exemplos de plataformas de afiliação de infoprodutos: Hotmart, Monetizze, Eduzz, Cursos 24 Horas, Ebook Mundial, Franquia Automática, UOL Afiliados, iTunes, Portal da EducaçãoAmazon.

AFILIADO ÁRBITRO E AFILIADO AUTORIDADE

Esses dois tipos de afiliados se diferem precipuamente pela forma como geram tráfego. O afiliado árbitro compra o tráfego de forma patrocinada (paga), o afiliado autoridade atrai o tráfego de forma orgânica (por isso é também chamado e afiliado orgânico). Tráfego orgânico é aquele obtido através do bom posicionamento de conteúdo nos resultados de pesquisa nos motores de busca (Google, Bing e outros) e, também, através de divulgação desse conteúdo em redes sociais e por outras formas de divulgação gratuita.

Afiliado de Infoproduto

O termo “árbitro” é utilizado no sentido de que o afiliado arbitra o itinerário do tráfego, isto é, ele direciona tráfego de um lugar para outro. Por exemplo, ele pode comprar tráfego para Youtube Ads e arbitrar que esse tráfego seja encaminhado para uma página de vendas específica.

O afiliado árbitro não precisa (embora possa) gerar listas para tocar o negócio, ele nem mesmo precisa aparecer publicamente. O afiliado autoridade, por outro lado, deve trabalhar com listas e email marketing, além de projetar sua imagem para gerar capital social.

Mentores de afiliado árbitro indicados: Agnones Batista, Cris e Romualdo, Fagner Borges, Felipe Moreira, Henrique e Richards, Tiago Bastos, Tiago Tessmann.

tagBusca Procura Pesquisa

Mentores de afiliado autoridade indicados: Karyne Otto, Alex Vargas, Maicon Rissi, Dani Edson, Victor Palandi, Fabio Umpierre, Fabio Vasconcelos, Jordão Félix, Luiz Mazini, Tiago Simões, Leandro Zavitoski, Bruno Marinho, Leonardo David.

tagBusca Procura Pesquisa

O TOP AFILIADO

Estude para se tornar um Top Afiliado. Os Top Afiliados são pessoas que conseguem grandes resultados e estão sempre entre os dez primeiros colocados no ranking de vendas. Faça bons cursos na área, como o Top Afiliado, Academia do Afiliado e o Afiliado de Sucesso e replique as técnicas que levaram os autores dos cursos a se tornarem Top Afiliados. Isso vai te economizar meses de trabalho.

Feliz na Profissão Coaching12. SEJA GERENTE DE AFILIADOS

O Gerente de Afiliados (ou Gestor de Afiliados) recruta, treina e fornece suporte a afiliados. Ele integra a equipe do produtor com o objetivo de liberá-lo da gestão de afiliados (ponto sensível, já que envolve pessoas), pois o empresário precisa focar no produto, clientes, marcas e outros aspectos do negócio.

Trata-se de um mercado extremamente novo.

Um bom gerente de afiliados gosta de lidar com pessoas, sabe se relacionar e visa à prosperidade do todo (produtor, equipe empresarial e afiliados), alinhando-se com os objetivos da empresa e dos afiliados na busca de resultados reais. Ele age como um consultor que conhece o negócio e o trata como sendo seu.

Recomenda-se fortemente ao candidato a gerente de afiliados a experiência prévia como afiliado.

Indicamos o artigo Como Se Tornar um Gerente de Afiliados – Guia Completo da Big Bang – Gestão de Afiliados.

Mentores de gestão de afiliados indicados: Juliano Abrahão, John Heine.

tagBusca Procura Pesquisa

Homem escalando montanha vestido terno e gravata13. FAÇA MARKETING MULTINÍVEL DE INFOPRODUTOS

Ainda é bastante incipiente. GDI é uma empresas de Marketing Multinível Online com que tive contato. Não foi uma boa experiência. É um grande equívoco engajar em um MMN para ganhar dinheiro. O dinheiro é consequência do recrutamento de consumidores (não de distribuidores) para sua rede. Entre na rede para indicar consumidores, não pessoas querendo ganhar dinheiro.

Foi o que aconteceu comigo (e com muita gente) na GDI, a Global Domains International. As pessoas que eu indicava queriam ganhar dinheiro, não consumir domínios, e-mails e sites (os produtos da GDI). Os membros devem pagar U$ 10 todo mês para permanecer no programa e usufruir dos produtos. Como não havia consumidores legítimos abaixo de mim, a retração ocorreu.

O MMN de Infoprodutos é promissor, mas quase ninguém o está explorando. A onda agora é a dos afiliados. Se você, porém, decidir fazer MMN, seja de qualquer espécie, siga este conselho: não chame as pessoas para ganhar dinheiro com MMN, mas para consumirem os produtos. Seu negócio vai crescer sobre base sólida.

Mentor de MMN indicado: Charles Rezende.

tagBusca Procura Pesquisa

14. REVENDA DE HOSPEDAGEM

Espaço de hospedagem, domínios e e-mails também são infoprodutos. Apesar do limite imposto pelo espaço do servidor, eles são infinitamente duplicáveis. Se precisar de mais espaço, basta adquirir mais servidores. Como claramente explica o empreendedor online Anderson Makiyama, a revenda de hospedagem se dá nos seguintes passos:

  1. Você contrata um determinado espaço de HD, vamos supor que seja 50GB de HD por R$50,00/mês.
  2. Junto com a revenda vem um painel de gerenciamento da sua conta de revendedor chamado WHM.
  3. Com o WHM você pode criar planos de hospedagem web, por exemplo: planos de 1GB, planos de 500MB, planos de 100MB, etc.
  4. Uma vez criados os pacotes de planos, é só efetuar as vendas para seus próprios clientes e, quando um cliente contratar um determinado plano, você acessa o WHM novamente e cria lá a conta do respectivo cliente com o respectivo plano.
  5. Sempre que você cria uma conta, o WHM exibe os dados para acesso ao Cpanel e FTP, esses dados, você deve enviar para o seu cliente. Seu cliente, com posse dos dados de acesso para a conta criada para ele, poderá acessar o painel de controle e publicar o site dele.

Você não precisa ter conhecimento avançado sobre Servidores Web, Linux ou programação. O fato de ser um revendedor de hospedagens libera você de várias complexidades, que são responsabilidades do suporte do dono dos servidores.

Leia nosso artigo 99 Conceitos Ilustrados de Hospedagem para começar a ter mais intimidade com esse mundo.

Mentor de hospedagem indicado: Gustavo Freitas.

tagBusca Procura Pesquisa

SETOR 4: EMPREENDER ONLINE COM FRANQUIAS

Franquias online digitais e franchising

15. SEJA FRANQUEADO

Assim como existem franquias de lojas físicas, como o McDonalds, também existem as Franquias Virtuais. Você pode ter um negócio online por meio do franchising. São lojas virtuais, agências online, guias online, etc. Por exemplo, a OMB100 é uma Franquia de Soluções Online. A WSI é uma Franquia de Marketing Digital. A Franquia Virtual da NetConpus é uma Franquia de Infoprodutos. Agências de Viagens também se incluem nessa categoria.

Marcelo Óstia
Marcelo Óstia, especialista em franquias online

Qualquer franquia, virtual ou física, exige investimentos para ser aberta. Há custos de investimento inicial, taxa de franquia, royalties, capital de giro e taxa de publicidade. As franquias virtuais são bastante procuradas devido aos menores gastos com a abertura.

O retorno sobre o investimento costuma oscilar entre seis meses e dois anos. O sucesso é certo, já que o franqueado está adquirindo um modelo de negócio e uma marca já estabelecidos e conhecidos no segmento.

O Portal do Franchising, site da Associação Brasileira de Franchising – ABF, é um ponto obrigatório para quem está procurando escolher uma franquia e compreender melhor esse mercado.

Mentores de franquia indicados: Marcelo Óstia, José Loibman, Anderson Ferro.

tagBusca Procura Pesquisa

SETOR 5: EMPREENDER ONLINE VENDENDO ESPAÇO PUBLICITÁRIO

A base da venda de espaço publicitário é gerar conteúdo. Se você produz conteúdo, as pessoas transitam por ele. Onde há gente transitando, há oportunidade de negócio. Se você escreve artigos ou produz vídeos, então pode vender espaço publicitário.

Como começar do zero na Internet locando espaço publicitário

16. BLOGS DE NICHO

Você escolhe um segmento específico do mercado, um nicho. Faz uma pesquisa para saber se há demanda suficiente e se o público-alvo é pagador. Então, você cria um blog e passa a gerar conteúdo para esse nicho e a se relacionar com sua audiência, que vai sendo atraída organicamente ou através de investimento. Com o passar do tempo, a quantidade de visitas diárias pode atingir dezenas de milhares por dia. Associados ao blog, você vai construir uma lista de assinantes, fãs na fanpage, seguidores no Twitter, etc.

Um blog de nicho é uma imensa lista segmentada e um ímã para tráfego qualificado. Como há muita gente transitando, os espaços do blog valem ouro e podem ser vendidos por preço justo para anunciantes que querem seus banners nos artigos, nas campanhas de e-mails e nas atualizações do Facebook e do Twitter.

Basta você criar uma página no blog denominada “Anunciar” e expor seu Media Kit nela. O Media Kit é um texto que descreve seu blog, premiações, rankings, dados estatísticos, perfil dos leitores, o preço dos banners, quantidade de visualizações ou cliques vendidos por mês e indicação do posicionamento dos anúncios. O anunciante, então, escolhe o tipo de anúncio que deseja fazer; preenche o formulário da página, clica no botão “Comprar” e é redirecionado para o sistema de pagamento automático, que pode ser Paypal, Pagseguro ou outro.

Mentores de blog de nicho indicados: Gustavo Freitas, Henrique Carvalho, Júnior Gonçalves, Marcos Lemos, Anderson Ferro, Bruno Marinho, Dani Edson, Fabio Umpierre, Marcos Paulista, Natanael Oliveira, Pedro Quintanilha.

tagBusca Procura Pesquisa

17. ANÚNCIOS CONTEXTUAIS

Jonathan Taioba
Jonathan Taioba, especialista em Google Adsense

São anúncios gerados automaticamente de acordo com o conteúdo que você gerou. Por exemplo, se você escreve em seu blog artigos sobre restaurantes, os anúncios mostrados ao longo do seu artigo serão automaticamente sobre restaurantes, comida, vinhos e assuntos correlatos. A maior detentora dessa tecnologia de anúncio sensível ao texto e contexto é a Google, especialmente com o Google Adsense e o Youtube. Veja a seguir.

17.1. SEJA AFILIADO DO GOOGLE ADSENSE

Você insere anúncios do Google Adsense em seu blog. As pessoas clicam e você ganha dinheiro. Os anúncios exibidos são sensíveis ao texto do seu artigo, não é você quem os escolhe.

O Google Adsense é, de longe, o jeito mais fácil de começar a ganhar dinheiro na Internet. Mas ele só paga bem para blogs de nicho com grandes quantidades de visitas diárias ou com alto Custo Por Clique (CPC). Você deve construir listas de assinantes e relacionar-se com sua audiência para manter as pessoas sempre voltando para ler seus artigos e clicar nos anúncios. Fidelizar o público é tão importante quanto trazer novos visitantes ao blog.

A produção de artigos deve ter consistência, regularidade e relevância. O importante é manter um grande público qualificado transitando pelos anúncios do blog. Outra regra importantíssima é conhecer a fundo os Termos e Condições do Google Adsense para não ser banido por quebrar alguma regra ou política mínima.

Mentores de Google Adsense indicados: Jonathan TaiobaGustavo Freitas, Manassés Moraes.

tagBusca Procura Pesquisa

17.2. SEJA PARCEIRO DO YOUTUBE

O Youtube também pertence à Google e seu programa de parceria é similar ao Google Adsense, só que, em vez de um blog de nicho, agora você terá um canal de vídeos de nicho (um vlog de nicho). Você abre o canal gratuitamente no Youtube (é necessário  possuir uma conta Google, tipo Gmail por exemplo, e estar logado) e começa a subir vídeos. Como parceiro do Youtube, você pode exibir banners nos vídeos, ganhando dinheiro quando eles são clicados.

Agnones Batista
Agnones Batista, especialista em Youtube Ads

Quanto mais vídeos, quanto mais inscritos, quanto mais minutos as pessoas assistem, quanto mais cativante você é, mais você ganha. Existe um conta simples que permite obter uma noção de quanto se ganha aproximadamente como parceiro do Youtube. Basta dividir o número de visualizações dos vídeos por mil. Por exemplo, se seu canal possui 30 vídeos e cada vídeo recebe 2.000 visualizações, então seu canal recebe ao todo 60.000 visualizações. Dividindo isso por mil, obtemos 60. Isso que dizer que você recebe entre U$ 30 (metade do valor encontrado) e U$ 60 (valor encontrado). Você pode fazer essa conta para um único vídeo, se desejar.

Karyne Otto é uma empreendedora digital aclamada que obteve sucesso na Internet e no Youtube de forma orgânica (sem investimento). Agnones Batista, por outro lado, ensina um método bastante específico de obter renda rápida como afiliado árbitro no Youtube.

Mentores de Youtube indicadosKaryne OttoAgnones Batista, Gabriel Rockenbach, Fabio Umpierre, Fabio Vasconcelos, Gustavo Freitas, Manassés Moraes, John Heine, Michael Oliveira, Rafael Cruz.

tagBusca Procura Pesquisa

SETOR 6: EMPREENDER ONLINE FAZENDO INVESTIMENTOS

Investimentos Online

18. SEJA INVESTIDOR ONLINE

Investir é colocar o dinheiro para trabalhar para você. Você entrega certa quantia a um sistema especulativo, como a Bolsa de Valores, e espera um retorno maior resultante de juros e correção monetária aplicados. Há investimentos mais arriscados, como o imobiliário, e há investimentos mais conservadores, como o renda fixa. O melhor investimento, porém, é em conhecimento. Quanto mais conhecimento você possuir sobre investimentos, menos risco e volatilidade você terá que tolerar.

Investimentos são a forma mais subjetiva de geração de renda. O investimento adequado a você depende de alguns fatores inerentes a você mesmo: segurança, dinheiro em caixa, ganho de capital, idade, situação financeira, tolerância a riscos.

A Alocação de Ativos vem se mostrando a melhor opção tanto para investidores iniciantes quanto para investidores experientes. O ebook Alocação de Ativos de Henrique Carvalho mostra uma maneira simples de investir com Inteligência e segurança.

O ebook Como Investir Dinheiro do Rafael Seabra explica porque 99% das pessoas investem em aplicações financeiras equivocadas.

Mentores de investimento indicados: Henrique Carvalho, Rafael Seabra.

tagBusca Procura Pesquisa

COMO COMEÇAR NA INTERNET DO ZERO PARA LANÇAR SEU CONHECIMENTO

Há pessoas cuja necessidade primordial não é ganhar dinheiro, mas realizar-se. Algumas dessas pessoas estão apenas infelizes com suas profissões e gostariam de fazer algo de que gostem. Outras querem apenas lançar-se no mercado e atuar em sua área de formação. De qualquer forma, todas possuem conhecimento para divulgar e transformar o mundo.

Como começar na Internet do zero com Lançamentos

19. LANÇAR-SE ONLINE COMO EMPREENDEDOR DIGITAL

Às vezes, você apenas possui uma ideia em mente, algo que é sua paixão ou um ideal de contribuição para com a sociedade. Às vezes você se formou recentemente e deseja atuar em sua área de especialidade, mas não sabe como fazer. Outras vezes, você está desestimulado(a) com sua vida profissional e quer tentar outra coisa, algo que lhe deixe feliz, libere tempo pra você e lhe confira independência financeira e de espaço.

O LANÇAMENTO

Quando se trata de lançar-se online, seja sua marca ou seu nome, o caminho do marketing é obrigatório. Há poucos anos atrás, fazer esse lançamento online era bastante nebuloso, apesar de o processo de marketing estar consagrado há décadas no mundo concreto.

Jeff Walker
Jeff Walker, criador da Fórmula de Lançamento

Por volta de 2010, o formato do marketing no mundo online começou a abandonar o empirismo e culminou no agora conhecido Marketing Digital. O processo de lançar-se na Internet segue atualmente uma receita bem específica que se apresenta como um passo a passo do Marketing Digital (atrair, relacionar, converter, analisar).

A Fórmula de Lançamento, do americano Jeff Walker, importada para o Brasil pelos irmãos Rocha, mostrou-se como a técnica mais refinada disponível atualmente no país para fins de lançamento de produto, nome ou marca através da Web, oferecendo opções tanto para quem deseja lançar-se do zero, quanto para aqueles que já se encontram atuando no mercado.

Mentor de Lançamento Indicado: Erico Rocha.

tagBusca Procura Pesquisa

OS PERIGOS PARA QUEM EMPREENDE UM NEGÓCIO DIGITAL

CONFUSÃO ENTRE NEGÓCIO E FERRAMENTA

FerramentasNegócio é uma coisa, ferramenta é outra. Elencamos vários tipos de negócio acima e não listamos nenhuma ferramenta ou técnica, justamente para não confundir uma coisa com a outra. Os iniciantes costumam perder-se nas ferramentas (e nas técnicas) e deixam o negócio em segundo plano. O tempo passa, o empreendedor se especializa na ferramenta, mas acaba não gerando resultados, nem renda.

O exemplo clássico é o do blogueiro. Um empreendedor pode levar meses e até anos desenvolvendo blogging sem gerar qualquer resultado de seu esforço. Ele constrói o blog, hospeda-o, aprende WordPress (que é outra ferramenta), testa vários templates, aprende o que são plugins e investe tempo e dinheiro nessas ferramentas.

Mas por que ele bloga (e olha que isso gasta um tempo exorbitante)? Dentro de que contexto o blog se insere? Dentro de que negócio? Qual é o plano do blogueiro para gerar resultados com base no blog?

Blog é ferramenta, não negócio!

O blog é apenas um exemplo. Veja estas outras ferramentas e técnicas básicas (observe a figura a seguir): blog, WordPress, plugins, FTP, Facebook, Twitter, Google Plus, Youtube, editor de vídeos, SEO, Facebook Ads, Google Adwords, páginas de captura, solução de email marketing, copywriting, páginas de vendas, área de membros.

Como se vê, as ferramentas se confundem com o processo de marketing.

Ferramentas de Marketing Digital
As Ferramentas e Técnicas Básicas do Marketing Digital

Imagine se você se envolve com várias delas e começa a estudá-las e a investir seu tempo nelas… É claro que você pode se aperfeiçoar em alguma delas (ferramenta ou técnica) e prestar consultoria ou criar um infoproduto dessa especialização, por exemplo. Mas, nesse caso, seu negócio é consultoria ou infoprodução, não é a ferramenta que é o negócio.

Você pode se perguntar: então, não tenho que aprender a usar essas ferramentas? Sim, deve, mas na profundidade e investimento de tempo que elas merecem. Lembre-se de que sua busca é por resultados, não por domínio de ferramentas.

Enfim, a mensagem desta seção é apenas uma: cuidado para não se perder nas ferramentas e técnicas. Elas devem estar inseridas no contexto do seu negócio.

Para saber se você possui um negócio ou não, basta ficar de olho nos resultados.

OVERLOADING DE INFORMAÇÃO

Overdose de Informação
A overloading de informação causa a parálise.

Essa é clássica e pegou muita gente nesta década de 10, que agora vivenciamos.

A vida é curta e não há tempo suficiente para sermos especialistas em várias coisas. É crucial ter foco e ser bom em apenas uma ou duas coisas na vida.

Primeiro, se você decidiu ser afiliado, seja afiliado; se decidiu fazer dropshipping, faça dropshipping; se decidiu ser blogueiro de nicho, seja blogueiro de nicho. Escolha apenas um negócio para desenvolver.

Segundo, não busque informação sozinho e sem orientação. Há poucos anos atrás, isso ainda era possível. Hoje, não mais.

Eleja um mentor para te orientar. Desse modo, você restringe o âmbito de estudo e obtém informação de melhor qualidade e em menor quantidade.

A quantidade de informação disponível na Web é exabundante e fragmentada. Se você cair de boca na Internet, pode levar meses ou anos para estabelecer a cognição a respeito de um negócio.

A demora em atingir resultados é cansativa e fatal para as crenças do empreendedor digital.

O resultado? Você vai cair na chamada “parálise” (a eterna análise que não te deixa começar). Daí o que se segue é desistência e frustração.

INDISCIPLINA

Discliplina
Acredite e repita. O cérebro é maleável.

Agora que você escolheu o tipo de negócio que deseja desenvolver e elegeu um mentor de resultados, siga as orientações dele.

Você vai adentrar um processo de aprendizagem e todo processo desse tipo é doloroso no sentido de que você terá que mudar suas crenças e atitudes, seu modus operandi. É comum advirem revoltas internas no aluno.

Se você fugir da mudança que o aprendizado traz (por falta de paciência ou por motivo de crença limitante), você vai querer partir para outra ou simplesmente dizer que tudo isso não funciona. Há empreendedores que ficam pulando de um curso para outro sem, muitas vezes, estudá-los a fundo e sem aplicar as lições aprendidas. Isso é recair na zona de conforto. Isso é indisciplina.

Acredite, a repetição é um dos grandes segredos do universo. Não desista. Repita uma, duas, três vezes, a orientação do mentor e você perceberá que os neurônios em seu cérebro se reorganizam para apreender e dominar situações novas.

Se seu mentor gera resultados, siga-o e aplique o ensinamentos.

COMO, ENTÃO, COMEÇAR DO ZERO NA INTERNET?

A primeira coisa que você precisa fazer é escolher o setor de seu interesse: 1) serviços, 2) produtos físicos, 3) infoprodutos, 4) franquias, 5) locação de espaço publicitário ou 6) lançamentos. Vou te dar algumas sugestões abaixo, mas fica a seu critério segui-las ou não.

ESCOLHA SEU MODELO DE NEGÓCIO

Depois de escolhido o setor, você deve optar por um modelo de negócio dentro do setor. Apresentamos vários modelos acima (freelancer, afiliado, importador, franqueado, blogueiro de nicho, investidor, etc).

Mestre YodaELEJA SEU MENTOR

O Marketing Digital cresceu vertiginosamente em pouquíssimos anos. Para cada modelo de negócio correspondem incontáveis mentores atualmente.

Estude os mentores que indicamos para o modelo de negócio que você escolheu.

Listamos nesta obra apenas empreendedores digitais de resultado e reconhecidos. A maioria são pioneiros do Marketing Digital no Brasil.

Cada um deles desenvolveram técnicas e táticas diferentes, aprendidas empiricamente. Procure pelas mais simples ou pelas que façam mais sentido para você.

Não julgue o mentor pela sua aparência ou pelo modo de se expressar. Foque no resultado dele.

EVITE SEGUIR MAIS DE UM MENTOR

Muito cuidado com isso. Os mentores geram conteúdos em profusão (cursos, vídeos, artigos, e-mails, postagens, etc). Se você começar a seguir vários deles, vai cair na mesma armadilha do excesso de informação, ou seja, você vai ficar consumindo muita informação e produzindo pouca. Esse desequilíbrio é fatal e detona seu bem mais precioso: seu tempo.

ADQUIRA UM CURSO PELO MENOS

mão vaca fechada dinheiroSei o quanto é difícil para você, iniciante, compreender a importância do investimento em conhecimento. Mas creia, é isso ou o overloading de informação.

Você vai ter que dar um salto de fé e adquirir algum curso. Isso vai te fazer economizar meses de trabalho perdido e frustração.

.

CURSOS BARATOS TAMBÉM SÃO BONS

Para minimizar esse problema do investimento inicial, procure aqui os cursos mais baratos, já que todos os cursos indicados nesta obra são comprovadamente oferecidos por mentores geradores de resultados.

Barato nem sempre é sinônimo de ruim. O curso Youtube Para Afiliados do Agnones Batista, por exemplo, me fez ganhar muito dinheiro. É um curso rápido com uma técnica específica. E foi barato.

Barato significa “menos de R$ 200 ou de R$ 150”.

Muitas vezes, os cursos baratos ensinam apenas uma única técnica simples, porém de resultado, que torna seu aprendizado e execução bem mas fáceis, além de gerarem resultado financeiro a curto prazo para você.

Compreenda, no entanto, que geralmente os cursos mais baratos não oferecem o suporte ombro a ombro dos cursos mais caros (se bem que o produtor sempre cria um grupo de discussão no Facebook). Mesmo assim, há cursos que ensinam técnicas efetivas e que tornam o suporte dispensável.

Mentores de resultado iniciantes costumam vender suas técnicas por um preço baixo, pois estão ainda iniciando suas carreiras como infoprodutores e colhendo informações para melhorar as versões futuras do curso que lançaram. Meses depois, os preços aumentam bastante. Fique ligado.

imaCOMECE PELO ORGÂNICO

Adquira um curso que ensine técnicas para gerar renda de forma orgânica, isto é, sem que você precise investir dinheiro em anúncios pagos para gerar mais dinheiro, pelo menos no início. Para o iniciante, essa opção é mais motivadora.

Quando você já estiver gerando renda de forma orgânica, vá atrás de cursos que ensinem técnicas para gerar renda através de investimento. Isso acelerará seus ganhos de maneira explosiva.

Procure pelos termos “orgânico” e “autoridade” na página de mentores do blog Divulgar Dinheiro.

NÃO DESPERDICE O CURSO COMPRADO: APLIQUE-O E REALIZE A PRIMEIRA VENDA!

Estude o curso e aplique os ensinamentos. Aprender é um processo doloroso e, às vezes, cansativo, mas não desista.

Coloque o que aprendeu em prática e persevere até que você faça a primeira venda. Isto será sua libertação, sua prova de que funciona, sua renovação de forças e de crença para prosseguir.

A primeira venda o empreendedor digital nunca esquece!

REENVISTA SEUS GANHOS EM SEU NEGÓCIO E EM SEU CONHECIMENTO

Funil PerpétuoNão desperdice seus primeiros ganhos, reinvista em seu negócio ou em você. Dinheiro gera dinheiro, se você souber investir, tanto em técnicas pagas para alavancar as vendas, quanto no seu conhecimento.

Pense primeiro em transformar seu negócio em um ativo (algo que gere renda automaticamente). Com a escalada do negócio, vá liberando “um salário” pra você.

A TRANSFORMAÇÃO EMPREENDEDORA

O caminho do empreendedor é uma trilha não desbravada. O empreendedor se constrói no ato de fazer. No processo, o iniciante adquire novas crenças e, por isso, transforma-se em outra pessoa, uma pessoa que acredita verdadeiramente que é possível, mas somente porque trilhou o caminho.

Depois disso, é com você. Não desista na primeira dificuldade. Dê o próximo passo, e o próximo, e o próximo…

Até a próxima!

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *