Business Model Canvas: Seu Negócio Visto de Cima

O Business Model Canvas (Tela de Modelagem de Negócio) de Alex Osterwalder é um mapa dos nove pontos chave de um negócio:

  1. clientes,
  2. proposta de valor,
  3. canais,
  4. relacionamento,
  5. fontes de receita,
  6. recursos,
  7. atividades,
  8. parcerias e
  9. custos.
Business Model Canvas

O Funil Automático de Vendas é um modelo de geração de lucro, suficiente pra você, empreendedor digital. Contudo, não é um modelo completo de negócios, caso esteja pensando em levar seu negócio às alturas.

Naturalmente, você vai crescer e vai precisar cada vez mais de uma visão ampla de seu empreendimento, seja você empreendedor ou empresário.

O BUSINESS MODEL CANVAS TAMBÉM É PRO EMPREENDEDOR

O Canvas ganhou força e popularidade no Brasil e vai ajudar você e sua equipe a entender, discutir, recriar e analisar o seu Funil Automático de Vendas ou qualquer outro negócio que você venha a empreender.

Sempre que você estiver com problemas no avanço ou nos resultados de seu negócio, utilize um modelo como o Canvas, ou outro, para meditar sobre isso. Certamente, o gargalo estará em algum dos nove pontos que o Canvas articula.

Vamos ver uma breve descrição de cada parte do Business Model Canvas.

1. CLIENTES

O preenchimento do Business Model Canvas segue exatamente a numeração mostrada.

É necessário primeiramente definir o nicho, segmento de mercado, onde se vai atuar, pois não existe negócio que vende tudo pra todo mundo.

Procure enxergar o negócio pelos olhos do cliente, não pelos seus. É necessário definir a persona (o avatar) com suas dores, medos, preocupações, perigos, oportunidades, sonhos e aspirações.

2. PROPOSTA DE VALOR

Qual é a transformação que você vai entregar? Quais são os benefícios que se cliente vai ter adquirindo seu produto ou serviço?

A proposta de valor é a oferta. Nela você especifica essas informações, tanto para atrair e convencer sua clientela, como para eliminar a concorrência.

3. CANAIS

Os canais são os meios, as vias pelas quais você expõe sua oferta ao cliente. É por onde seu cliente compra seu produto ou contrata seu serviço. É por onde o cliente recebe sua solução.

São, portanto, canais de comunicação, venda e entrega da oferta ou produto.

4. RELACIONAMENTO

Através do relacionamento, você verifica a adesão do cliente à sua marca e à sua oferta, garantindo que ele não vá atrás da concorrência.

É estratégia de retenção e fidelidade.

O relacionamento ajuda a identificar objeções e insatisfações a serem quebradas para reter o cliente à sua empresa ou negócio.

5. FONTES DE RECEITA

Como o cliente paga pelo o que você entrega a ele? Valor fixo, licença, assinatura, aluguel?

Qual a maneira de aumentar a receita, simplesmente alternando entre um forma ou outra de obter a receita advinda do seu cliente.

O tempo do pegue-pague já se foi. É hora de repensar e inovar as formas de se cobrar por um benefício.

6. RECURSOS

Observe que o diagrama do Business Model Canvas possui dois lados: o esquerdo e o direito.

O lado esquerdo refere-se ao operacional, o que é necessário pro negócio funcionar; o meio é a proposta, a razão de ser do negócio; e o lado direito refere-se ao que é necessário para a entrega dessa proposta

Os recursos, então, são tanto os recursos materiais (equipamentos, instalações, patentes, etc), quanto os recursos humanos (pessoal, equipe, atendentes, etc).

7. ATIVIDADES

Um negócio não funciona sem atividade.Os recursos entram em atividade para que a organização funcione. A atividade é aplicada sobre os recursos para que o negócio se movimento.

Produção, gestão, processo de vendas, desenvolvimento, tudo isso são exemplos de atividades que ocorrem pela uso dos recursos.

8. PARCERIAS

São os fornecedores e terceiros que participam para operacionalizar a entrega da proposta (ou oferta) de valor.

Recursos humanos e materiais fornecidos por empresas e pessoas parceiras devem ser aqui elencados.

9. CUSTOS

São todos os gastos para manter o negócio operacional, seja oriundos da aquisição e manutenção dos recursos materiais e humanos, sejam advindos das parcerias, ou mesmo, de gastos com o lado direito do canvas (canais e relacionamento).

Estes últimos podem ser os gastos com propaganda, revendedores e entregadores.

CONCLUSÃO

Business Model Canvas, proposto por Alexander Osterwalder, é uma ferramenta para esboçar um negócio, uma organização, numa visão estratégia e visível a todos os envolvidos.

Seu objetivo é deixar claro a proposta de valor da organização (centro do canvas), como ela é exposta, oferecida e entregue ao cliente (lado direito do canvas) e quais são os recursos e atividades necessárias para operacionalizar todo o negócio (lado esquerdo do canvas).

Você já utilizou o Business Model Canvas? Acha ele útil para ajudar a pensar em seu negócio? Compartilhe conosco sua opinião e insights nos comentários abaixo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.