Influenciador Digital: Como Ganhar Dinheiro 2021

O influenciador digital é uma figura recente. Há pouco tempo atrás, apenas grandes mídias, como a TV ou as revistas impressas, possuíam alcance bastante para criar personagens capazes de influenciar grandes multidões.

Hoje qualquer pessoa pode influenciar multidões de seguidores, apenas com um canal de vídeo no Youtube ou uma página no Facebook (ou, ainda, um perfil no Instagram).

Você não precisa estar na televisão ou no cinema para ser um influenciador digital. Não precisa ser um ator ou atriz famosa, nem um grande atleta ou um músico genial.

Lukas Marques e Daniel Molo, criadores do canal de vídeos Você Sabia? no Youtube, por exemplo, já contam com 41 milhões de inscritos, falando apenas de curiosidades no canal.

Ser você mesmo é a primeira qualidade que define o que é digital influencer.

Se preferir, assista ao vídeo.

Índice Ocultar

O QUE É UM INFLUENCIADOR DIGITAL?

O que é influenciador digital? São pessoas que criam conteúdo nas mídias sociais (Youtube, Facebook, Instagram e Twitter), saem do anonimato e influenciam outras pessoas através desse conteúdo, considerado relevante por elas.

Os influenciadores digitais (ou digital influencer, ou apenas influencer) conquistam grandes quantidades de seguidores nessas mídias sociais, tornando-se formadores de opinião e influenciando o comportamento de seus seguidores, inclusive estilo de vida e hábitos de consumo.

O influencer digital é uma celebridade sim, mas para os seus seguidores. São celebridades do Youtube, do Instagram e de outras mídias sociais, por assim dizer.

Influência, relevância, credibilidade são termos que definem o que são influenciadores digitais.

DIGITAL INFLUENCERS E INFLUENCIADORES DA TV

Não é regra que o influenciador deva começar nas mídias sociais e depois se tornar conhecido na televisão, como é o caso dos influenciadores digitais Whindersson Nunes e Felipe Neto. O trajeto contrário também ocorre, como foi com a apresentadora Maisa Silva.

Seja qual for a mídia em que o influencer esteja, ele (ou ela) é definido pela inspiração, tendências e hábitos que provoca nas pessoas que o seguem.

o que é influencer, Maisa Silva, influenciadora digital influencer como ganhar dinheiro como influenciador digital
Maisa Silva, influenciadora digital que primeiro apareceu na TV

VANTAGENS E DESVANTAGENS DE SER DIGITAL INFLUENCER

LIBERDADE DE TEMPO E LOCALIDADE

Ser digital influencer lhe permite ampla mobilidade. Você pode realizar seu trabalho como influenciadr digital de qualquer lugar do mundo. Basta ter um notebook e uma conexão com a Internet. Você dita sua agenda.

SOBERANIA CRIATIVA DO INFLUENCIADOR DIGITAL

Você é quem escolhe sobre o que vai falar e da forma que vai falar. Aliás, ter autenticidade e ser você mesmo(a) é da própria natureza de um digital influencer. Isso gera a confiança dos seguidores.

CRESCIMENTO PROFISSIONAL

O trabalho de um influenciador digital o leva a estabelecer networking e parcerias com empresas e marcas. Ele é convidado para palestras, eventos, entrevistas. Sua bagagem de conhecimento e o relacionamento com seus seguidores conferem autoridade e entendimento de um nicho, que pode ser convertido em mentoria e cursos.

FALTA DE PRIVACIDADE

Uma desvantagem é falta de privacidade. Contudo, o anonimato não é da natureza desse tipo de profissão. O que o influenciador digital deve fazer é manter os contatos invasivos à sua privacidade dentro de limites profissionais.

Também se deve evitar o envolvimento emocional com seguidores individualmente.

HATERS DO INFLUENCIADOR DIGITAL

Embora ter haters seja uma desvantagem, isso é um sinal de que você está seguindo o caminho certo para o sucesso como influenciadora digital. Desconfie, se não houver haters, pois alguma coisa você estará fazendo de errado.

Nunca entre em discussões e litígios com haters, pois é isso que eles desejam. Responda pouco e não estenda a conversação com eles. Defenda-se sem descer do pedestal e sem ofender. Seja neutro e breve.

OS TAMANHOS DOS INFLUENCIADORES DIGITAIS

De acordo com a quantidade de seguidores, o digital influencer é assim classificado.

  • Mega-influenciador: mais de 1 milhão
  • Macro-influenciador: entre 500 mil e 1 milhão
  • Influenciador: entre 100 mil e 500 mil
  • Micro-influenciador: entre 10 mil e 100 mil
  • Nano-influenciador: até 10 mil.

O MARKETING DE INFLUÊNCIA

O marketing de influência sempre existiu, ou pelo menos existe desde o começo do século XX, com a Coca-Cola mandando garrafas do xarope doce para os soldados durante a guerra.

A Coca-Cola foi uma das primeiras empresas a conectar pessoas famosas (ou figuras famosas) com sua marca para aumentar a simpatia do publico em relação ao produto.

O ADVENTO DAS MÍDIAS SOCIAIS

Surgiram as mídias sociais, como foi o caso do saudoso Orkut aqui no Brasil, onde os influenciadores digitais começaram a brotar. Mas foi com o Youtube, em 2005, que a influência digital começou a tomar sua forma definitiva.

Com o advento das celebridades digitais, o marketing de influência ganhou grande impulso.

O PAPEL DO DIGITAL INFLUENCER NO MARKETING DE INFLUÊNCIA

O influenciador digital é um prisma de confiança e credibilidade que ajudar a formar opiniões favoráveis aos produtos e marcas. Sua presença torna o marketing mais pessoal.

Através da intermediação do digital influencer, os seguidores percebem a marca e seus produtos como sendo indicados por um amigo ou por uma pessoa da família. O influenciador digital funciona como uma camada suavizante a mais sobre a marca e o produto.

NÃO É APENAS FAMA, MAS EMPREENDEDORISMO TAMBÉM

Ficar famoso concede o poder de influenciar o comportamento e os hábitos de consumo das pessoas. O ato de sair do anonimato e conquistar influência obviamente chama a atenção, inclusive das empresas, que têm grande interesse em divulgar suas marcas, produtos e serviços.

Portanto, ser digital influencer não significa apenas criar conteúdo e conquistar fama. Trata-se de empreendedorismo. Assim, os influenciadores digitais monetizam sua influência principalmente fechando parcerias com as marcas que estão em consonância com o nicho que desenvolvem.

O investimento no mercado de influência é bilionário.

OS INFLUENCIADORES DIGITAIS PRECURSORES

Guilherme Zaiden é considerado o primeiro youtuber brasileiro, com a criação do seu canal em 2006. Vale lembrar também do PC Siqueira (2010) e do Felipe Neto, que são pioneiros no ramo da influência digital.

Logo, os digital influencers popularam o Facebook, o Twitter e o Instagram. O Facebook é considerada a rede social mais influente. Ótimo lugar pra você ser influenciador. O Instagram é o mais engajado.

ONDE O DIGITAL INFLUENCER PREFERE ESTAR?

Os influencers preferem as mídias sociais nesta ordem:

  • Instagram (89%)
  • YouTube (70%)
  • Facebook (45%)
  • Blogs (44%)
  • Twitter (33%)
  • LinkedIn (19%)
  • Snapchat (3%).

COMO SE TORNAR UM INFLUENCIADOR DIGITAL

1. DEFINA SEU NICHO DE ATUAÇÃO

É importante definir seu nicho e público-alvo, porque você não pode falar sobre tudo para todos. Quem fala sobre tudo acaba não falando sobre nada. Quem fala para todo mundo acaba não falando para ninguém.

Pense para quem sua mensagem é dirigida. Homens? Mulheres? Meninas? Senhoras? Com quem você se identifica? Fica muito mais fácil engajar assim.

Aprenda como ser digital influencer, especificando o nicho um pouco mais para evitar a concorrência. Por exemplo, se você gosta de tratar do tema pets, pode especificar mais e falar apenas sobre gatos. Especificando mais ainda, pode falar sobre psicologia felina.

2. USE A REGRA PHD

“P” de paixão, “H” de habilidade e “D” de demanda. É a mesma regra que ensino para quem quer saber como ganhar dinheiro no Youtube. O segmento (nicho) que você irá explorar deverá tratar de um assunto que você tenha paixão em falar, tenha habilidade no assunto e que haja demanda por esse assunto, para que seja lucrativo pra você.

Talvez você não encontre um segmento exatamente assim. Mas procure garantir, pelo menos, duas dessas características no mercado escolhido.

3. COMECE COM O QUE TEM COMO INFLUENCIADOR DIGITAL

Você não precisa ter um iPhone de última geração, nem uma iluminação de cinema pra começar. Isso vem com tempo. Apenas use um celular com boa qualidade de imagem que permita criar boas stories e fazer vídeos legais.

Comece hoje! Não fique criando obstáculos. Todo grande influenciador de sucesso começou do nada, mas começou.

4. CONHEÇA E UTILIZE OS APLICATIVOS

Fique ligado nos aplicativos. Use aplicativos de fotos e vídeos pra criar conteúdos mais interessantes. Sempre que gostar de alguma edição de um vídeo ou foto, pergunte qual aplicativo aquela pessoa utilizou. Veja alguns indicados:

  • SNAPSEED. Edição de fotos. Altera o brilho, saturação, nitidez de objetos específicos das fotos. Dá pra tirar objetos das fotos também.
  • TEZZA. Edição de fotos e vídeos. Vem com vários presets, inclusive o vintage. Dá pra regular contraste, cores em separados. Põe granulados, filtros, ajustes e elementos. Nos vídeos, ainda dá pra inserir o filtro vintage.
  • VCUS. Permite que você crie vídeos facilmente com base em outros vídeos, produzindo o vídeo automaticamente. Põe transições, zooms.
  • NICHI. Para criação de stories diferentes e profissionais. Vêm templates prontos. Você insere as fotos, regula os filtros e altera os fundos. Ainda pode inserir textos.
  • WHENTOPOST. Para descobrir, com precisão, as melhores horas para postar fotos no Instagram, quando seu público está ativo. Mostra vários horários durante o dia para postar. É muito preciso.

5. AGREGUE VALOR PARA SUA AUDIÊNCIA

Seus seguidores possuem problemas e dores específicas. Entregar valor é conhecer essas dores e problemas e entregar soluções (relevância). Para isso, você deve conhecer a persona do seu mercado e gerar conteúdo relevante.

Se não for pelas dores, será pela ganância. As pessoas irão seguir você porque você tem algo que elas querem e desejam, algo que interessa a elas. Sua missão é descobrir o que tanto elas querem e entregar esse valor. Fique atento ao que seus seguidores desejam.

6. NÃO FAÇA PELO DINHEIRO

Você pode se decepcionar e desistir na primeira dificuldade, se estiver pensando em se tornar influenciador digital apenas pelo dinheiro.

É preciso ter um objetivo maior, um porquê que te mantenha motivado. Isso inclui ajudar as pessoas e agregar valor em suas vidas. O dinheiro virá com o tempo, por acréscimo.

7. PRODUZA CONTEÚDO COM CONSISTÊNCIA

Faça um planejamento de postagens pra não ficar muito tempo sem postar, pois isso afeta demais o engajamento. Assim como no Youtube, o algoritmo do Instagram entregam para as pessoas os conteúdos que tenham mais consistência na publicação.

Use aplicativos que informam qual o melhor horário para você postar, como o WhenToPost.

Faça enquetes para descobrir em que tipo de conteúdo seus seguidores estão interessados. Mesmo que já saiba sobre o assunto, pesquise e se aprimore no tema para falar com propriedade.

Por último, foque no seu nicho, ou seja, trate de assuntos que tem a ver com o nicho que você desenvolve.

8. INVISTA EM STORIES

Atualmente as pessoas preferem as stories. Isso cria relação com o público. Não apareça apenas montado(a). Mostre que você é gente como todo mundo. Mostre seu dia a dia. Se tiver uma loja, mostre os bastidores dela: como você produz as peças, faz os envios, etc.

9. ENGAJE-SE COM SEUS SEGUIDORES

Interaja com seus seguidores. Responda seus comentários. Publique posts e stories que respondam dúvidas e anseios de sua audiência. Faça lives. Use o que puder para engajar com seus seguidores.

10. CRIE SUA IDENTIDADE DE INFLUENCIADOR DIGITAL

Saiba como se tornar digital influencer, definindo sua identidade visual. Use as cores que gosta. Crie uma identidade e uma marca própria. Use imagens impactantes no feeds e stories do Instagram e que tenham boa resolução e, principalmente, revelem seu estilo próprio.

Escolha um nome fácil de lembrar e pesquisar.

Capriche na biografia no Instagram. Coloque nela exatamente o que você faz para as pessoas saberem.

11. TRANSFORME SEU CANAL EM UM ESPAÇO PROFISSIONAL

Por exemplo, se seu canal é o Instagram, deixe-o público, não privado. Assim as pessoas encontrarão você, conhecerão seu trabalho e te seguirão.

Cuide da estética, especialmente das fotos, que devem ter boa iluminação e resolução. Fotos mal feitas espantam seguidores e marcas. Capriche na edição de suas fotos.

Dedique um bom tempo para escrever as legendas. Não escreva qualquer coisa. Legendas ruins acabam com as boas fotos. Escreva legendas com algum conteúdo relevante, que ajude seu público de alguma forma. Faça perguntas nas legendas, isso cria interatividade com o público. E não se esqueça de responder os comentários de seus seguidores.

Organize seu feed. Não precisa ser perfeito. Com a vinda das parcerias, a organização vai ficando mais difícil, por causa das postagens agendadas com as marcas. Mas é possível manter organizado com filtros, edição.

12. SEJA AUTÊNTICO

Seja você mesmo. Mostre que você é único e exclusivo. Isso é ser humano: mostrar sinceridade e personalidade. É isso que vai ter dar reputação. Não é tentar imitar ou ser como os outros. Seja você mesmo!

Faça o seu melhor. Não fique se comparando com os outros. Há espaço pra todo mundo. Não tenha receio de trocar ideias com outros influenciadores digitais. Eles não são seus concorrentes, mas seus colaboradores.

Inspire-se nos veteranos, mas não fique se comparando. Sabe lá como eles começaram.

13. UTILIZE O CANAL CORRETO DO SEU TIPO DE INFLUENCIADOR DIGITAL

Para alguns tipos de assuntos, pode ser melhor utilizar o Instagram e o Facebook, em vez do Youtube. Em outros, é mais adequado as mensagens curtas do Twiter. Em outros, ainda, o modelo do Youtube é mais indicado. Pense bem antes de escolher o canal que você irá utilizar, pois faz parte de aprender como ser um influenciador digital.

14. INFLUENCIADOR DIGITAL NÃO COMPRA SEGUIDORES

Se deseja mesmo entender como se tornar influencer, entenda primeiramente que a compra de seguidores, além de ser uma prática fraudulenta, é antiético e desrespeita seus seguidores. Cuidado com isso, para não acabar jogando sua reputação na lama.

As pessoas não estão mais dando tanta relevância para a quantidade de seguidores, mas sim para a interação que você tem com o público, seu engajamento e troca de ideias.

De que adianta ter milhares de seguidores e somente algumas curtidas nas suas fotos.

Prefira produzir mais conteúdo a impulsionar os que você já tem. Nem sempre você terá dinheiro para impulsionar, nem saberá se está impulsionando corretamente. Evite impulsionar no começo, até entender se o impulsionamento está mesmo dando resultado ou só é tráfego de gordura.

15. COMECE COM AS PEQUENAS PARCERIAS

No começo de sua carreira como influenciador digital, procure parcerias com as marcas locais. Isso vai te dar know-how para lidar com marcas maiores mais tarde.

Outra dica é divulgar produtos de que você gosta de graça mesmo. Isso cria relação com seu público, quando você fala de marcas que você gosta, mesmo que seja de graça no começo. Pode acontecer da empresa gostar do jeito de falar sobre o produto e te contratar.

E como ser influencer para as marcas locais? Não tem complicação. Dirija-se à empresa e apresente-se.

COMO GANHAR DINHEIRO COMO DIGITAL INFLUENCER

Como o mercado de influência é instável, você deve procurar ganhar dinheiro com o máximo de maneiras que for possível.

A principal forma de ganhar dinheiro como influenciador digital é através de parcerias com as empresas

Antes de fechar contrato, a empresa vai avaliar sua identificação com a marca, sua influência sobre o público-alvo da empresa, seu carisma, autenticidade e capacidade de transmitir a mensagem.

Mas é você quem decide se vai fechar parceria com determinada marca.

1. POSTS PATROCINADOS (PUBLICIDADE)

Essa é a principal maneira de ganhar dinheiro como influenciador digital.

São conteúdos patrocinados pelas empresas. Elas remuneram você para postar stories, posts e vídeos em seu perfil, página ou canal. Os conteúdos são sobre a marca, os produtos e os serviços oferecidos pela empresa. Os takeovers são stories publicadas por você no perfil da própria marca.

Grande parte dos seguidores descobrem marcas e produtos e decidem comprar somente após pesquisar o influenciador digital.

Por isso, sua indicação tem que ser autêntica. Você deve escolher a marca com que irá trabalhar não pelo dinheiro, mas pela identificação. Isso vai resguardar sua imagem e vai manter o respeito a sua audiência.

2. PRODUTOS RECEBIDOS

A empresa manda produtos para você recomendar. Você ganhar um extra também pela recomendação. Mas, assim como nos posts patrocinados, você deve recomendar apenas o que você realmente gosta para não perder a credibilidade e a confiança dos seguidores.

Não aceite a parceria sem testar o produto antes, pois isso pode detonar sua credibilidade junto ao público. Seja diplomática ao recusar produtos de que você não goste.

3. EVENTOS DO INFLUENCIADOR DIGITAL

Como influenciador digital, você é convidado para participar de vários eventos (palestras, bate-papos, ou simples interação com os fãs). Há ainda os lançamentos, as inaugurações. Geralmente sua agência intermedia para você. Novamente, cuidado com sua reputação, quando escolher em quais eventos irá participar.

4. MONETIZAÇÃO DE VÍDEOS

Se você é influenciador digital no Youtube, é possível ganhar dinheiro monetizando seu canal com anúncios do Youtube. Você tem mais informações sobre essa forma de ganhar dinheiro no artigo Como Ganhar Dinheiro no Youtube.

No Youtube há ainda o Clube de Membros, onde os inscritos pagam um valor mensal para ter acesso a conteúdos e benefícios exclusivos, por exemplo, lives exclusivas. Funciona como uma assinatura.

5. VENDA DA EXPERTISE

Você, como influenciador digital, é especialista em sua área de atuação. Por isso, você pode vender cursos, palestras e mentorias com base em sua autoridade, experiência e know-how.

Também pode dar consultorias para seus seguidores e para as marcas, conforme o conhecimento que você domina.

6. MARKETING DE AFILIADOS

Além de indicar o produtos e serviços das empresas, você pode, da mesma forma, indicar os produtos digitais de infoprodutores que tenham relação com seu nicho. Você recebe uma comissão cada vez que alguém adquire um infoproduto (ou produto) através de sua indicação. É um mercado que paga muito bem.

Os produtos são encontrados em plataformas do tipo Hotmart, Monetizze, Eduzz, Braip e Awin.

7. LOCAÇÃO DE ESPAÇO PUBLICITÁRIO

Se você é blogueiro influenciador, pode vender espaço publicitário em seu blog, utilizando banners próprios de lojas e marcas ou instalando o Google Adsense, que gera banners automáticos e contextuais.

8. VENDAS DE PRODUTOS COMO INFLUENCIADOR DIGITAL

Podem ser produtos próprios ou produtos licenciados. O produto próprio pode ser físico ou infoproduto, como um curso, por exemplo. Um curso para Instagram, por exemplo. Ensine o que você domina.

No licenciamento, você empresta seu nome, sua marca e sua imagem para uma marca parceira, criando uma linha de produtos juntos e recebendo comissões pelas vendas. Funciona parecido com afiliados. A marca parceira realiza todo o trabalho e você fica com a parte de divulgação.

QUANTO GANHA UM INFLUENCIADOR DIGITAL

Os dados são da Forbes, da agência de publicidade americana Bloglovin e do site Dummies.

YOUTUBE

Um youtuber renomado ganha entre R$ 50 mil a R$ 150 mil por campanha. Um canal pequeno ganha R$ 5 mil.

INSTAGRAM

O dinheiro ganho é com base no CPM (custo por mil seguidores). Um perfil com 100 mil seguidores recebe entre R$ 5 mil a R$ 10 mil por anúncio patrocinado.

A pergunta quanto ganha um digital influencer no instagram é bastante frequente. Um macro-influenciador chega a receber até R$ 10 mil reais por um único anúncio.

FACEBOOK

R$ 1.250 por post.

TWITTER

R$ 500 por post.

BLOGS

R$ 900 a R$ 2.500 por artigo patrocinado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.